Portal de Eventos - UEM, ENTECA - 2013

Tamanho da fonte: 
PAISAGEM CULTURAL: O conjunto arbóreo de Maringá-PR
Andréia Gonçalves, Karin Schwabe Meneguetti

Última alteração: 2013-11-04

Resumo


A arborização urbana é um elemento de grande importância para a qualidade do espaço urbano, podendo colaborar para a formação da memória, da identidade e do patrimônio cultural de uma cidade. O projeto paisagístico, dependendo das espécies vegetais empregadas, pode garantir aos passeios públicos formatos, texturas e cores diferenciadas, proporcionando à cidade características espaciais de significativo valor estético. Este estudo busca analisar o conjunto arbóreo formado pela arborização de vias do plano inicial da cidade de Maringá-PR, implantado a partir de um plano de arborização que teve forte apelo estético, o que garantiu a cidade características espaciais únicas, capazes de a qualificarem e identificarem até os dias atuais como “cidade verde”. Os resultados apresentados neste artigo foram alcançados na avaliação de um dos bairros pertencentes ao plano inicial, a Zona 03. O estudo estabeleceu-se a partir da simulação do plano de arborização implantado, por meio de mapas e perfis das vias, e, posteriormente comparação com a paisagem atual, levantada in locu e apresentada por meio de fotografias e croquis. Esta análise comparativa busca entender como se deu o processo de implantação e evolução dessa paisagem, qual a situação atual e os principais conflitos existentes. Como resultado tem-se o cenário da arborização viária urbana do bairro, base para a formulação de um plano de rearborização. Este plano de manutenção do patrimônio arbóreo tem por objetivo preservar as características estéticas da paisagem, advindas da unidade do conjunto arbóreo implantado. Entende-se que o valor da arborização está na unidade do conjunto e não apenas na individualidade de cada exemplar. Sendo assim, o plano de rearborização proposto busca solucionar os problemas causados principalmente pelo envelhecimento das espécies, o que acarreta a necessidade de substituição das mesmas, sem descaracterizar a paisagem, fortemente presente no imaginário do cidadão maringaense.

É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.